Aproveitar o que está bem perto

Achei um campo de lírios silvestres a 500 metros de casa. São 360º de lírios, a perder de vista, em um cenário deslumbrante. Moro há vinte anos nesta casa. O campo de lírios está ali há muito, muito mais tempo, e eu não o conhecia.

Detalhe de lírio do campo: no meio da serra, ao lado de casa

Lírio do campo: no meio da serra, ao lado de casa

A não-banalização das coisas me faz pensar em preciosidades que estão bem perto e que não desfrutamos. Livros perdidos na estante, pessoas que moram ao lado e nem notamos, um vestido esquecido no armário, uma exposição, um acervo permanente que nunca fomos ver, aquele bristrozinho na esquina de casa, a pracinha na rua de cima.

Tudo a mão, fácil demais – e nem por isso menos precioso.

There are no comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: